quinta-feira, 18 de julho de 2013

Pandoravírus

Lembra na escola quando aprendemos que os vírus estão entre as menores estruturas vivas? Agora, cientistas descobriram os maiores vírus já registrados, sendo maiores do que algumas bactérias, aponta pesquisa publicada na "Science". O Pandoravírus tem 1 micrômetro, ou 0,001 milímetro, e pode ser visto em microscópios comuns. Isto faz os cientistas repensarem os limites do mundo viral. Há 10 anos, vírus gigantes, mas menores do que o Pandora, já tinham sido descobertos, como o Mimivírus. Nadège Philippe e seus colegas encontraram o "Pandoravirus salinus" na foz do rio Tunquen, no Chile, e o "Pandoravirus dulcis", no fundo de uma lagoa de água doce perto de Melbourne, na Austrália. Eles são maiores do que bactérias parasitas e têm 1,9 e 2,5 de mega de pares de bases em seus genomas, respectivamente. A maioria de seus genes não se parece com nenhum gene em bancos de dados conhecidos, o que sugere que os vírus se originaram a partir de uma linhagem celular primitiva totalmente diferente. Apesar disto, os pesquisadores dizem que os vírus já tinham sido descritos há 13 anos, mas não foram classificados como vírus Chantal Abergel / Jean-Michel Claverie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.