terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Pesquisa explica predisposição masculina ao alcoolismo

Você provavelmente conhece mais homens que sofrem com os problemas do alcoolismo do que mulheres. Embora elas também possam passar por isso, os homens são duas vezes mais propensos a desenvolverem dependência de bebida.
Até agora esta questão não tinha uma explicação científica. Mas um novo estudo das Universidades de Columbia e Yale relaciona a bebida à quantidade de dopamina que ela faz ser liberada no cérebro.
Editora Globo
Os cientistas avaliaram em laboratório homens e mulheres jovens e declarados como bebedores sociais. Depois de tomarem bebida alcoólicas e não-alcoólicas, as pessoas passaram por uma tomografia especial que mostrava a quantidade de dopamina a liberada no cérebro induzida pelo álcool. O resultado mostrou que mesmo após a ingestão de uma quantidade igual de álcool, os homens liberavam mais dopamina do que as mulheres.
A dopamina é um neurotransmissor ligado às sensações de prazer quando liberado em situações de recompensa como sexo e drogas. O aumento dos níveis da substância foram encontrados em uma área do cérebro associada ao prazer, afirmação e vício. Segundo os pesquisadores, este fator pode contribuir para a formação de hábito nos homens.
Outra descoberta importante dos cientistas foi que a quantidade de dopamina liberada diminui conforme a frequência das grandes bebedeiras aumenta, o que também poderia influenciar na tolerância e dependência da bebida. 

Fonte: http://revistagalileu.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.