quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Você sabe o que é HIRUDOTERAPIA ?

O uso das sanguessugas, durante milhares de anos, na prática médica, fez com que houvesse uma enorme experiência na aplicação deste "medicamento vivo". Normalmente, as sanguessugas são aplicadas ou directamente na zona do órgão doente, ou no ponto de acupunctura associada ao órgão doente.

Os hirudoterapeutas frequentemente deixam as sanguessugas "seleccionar" o ponto em que serão aplicadas, e estas quase nunca estão erradas. Então, no corpo de um paciente, num ponto desejado aplica-se as sanguessugas - geralmente 2 - 7 por sessão. Antes da primeira sessão os pacientes, em geral, têm medo da "mordida da sanguessuga", na verdade, esta assemelha-se a uma picada de mosquito, e certamente muito menos dolorosa do que uma injecção convencional por seringa. A sanguessuga morde a pele num ponto biologicamente activo e, gradualmente, introduz no sangue do paciente uma espécie de soro das glândulas salivares.

Porquê a picada da sanguessuga da por vezes é mais eficaz da que a injecção de medicamentos? Porque nos medicamentos injectáveis são mais ou menos uniformemente distribuídos por todo o corpo, no caso das sanguessugas o efeito concentra-se só na zona afectada.70 - 80% de todas as substâncias biologicamente activas introduzidas pela sanguessuga na corrente sanguínea do paciente fica na zona de impacto. Uma vez que, a secreção é injectada no sangue do paciente, a sanguessuga suga o sangue. A perda de sangue durante uma sessão é baixa - não mais de 15 ml é a mesma quantidade que um paciente perde durante as próximas horas até o sangramento parar. O escorrimento de sangue e linfa do local da picada pode durar até 10 -15 horas após o procedimento, que não é perigoso, não se deve tentar pará-lo. A pequena perda de sangue e linfa elimina a edema e põe em funcionamento os processos imunológicos do organismo. As sanguessugas determinam quando podem terminar o "trabalho" e caiam do local da picada. A duração do tratamento com sanguessugas, um médico-hirudoterapeuta determina individualmente para cada paciente, dependendo da condição do paciente, da severidade da patologia, dos resultados do tratamento. Em média, é necessário cerca de 7-10 sessões, que terão lugar 1-3 vezes por semana.

Pode ser usada como um método de tratamento independente, e pode ser combinado com os outros métodos de naturopatia, na maioria das vezes com a fitoterapia. Bons resultados foram obtidos com uma combinação de Hirudoterapia com homeopatia e fisioterapia.
A terapia com sanguessugas ajuda em casos de: Úlcera varicosa, hemorróidas;
Trombose, tromboflebite;
Dores de cabeça e enxaqueca;
Sinusite;
Neuralgias;
Hematomas;
Pressão alta;
Asma e bronquite;
Inflamações e furúnculos;
Reumatismo, gota, artrite;
Herpes-Zoster;
Doenças por fungos;
Defesa imunológica enfraquecida;
Doenças de fígado;
Doenças do ouvido;
Depressão;
Problemas pós cirúrgicos;
Problemas na menopausa.



Fonte: http://medicinalternativa.comyr.com/hirudoterapia.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.