quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Transplante de Fezes ...Você já ouviu falar disso?

Transplante de fezes ou  bacterioterapia fecal é usada para problemas inflamatórios do sistema digestivo, como colite ulcerativa, causada pela bactéria Clostridium difficile. A ação do micro-organismo destrói tecidos do cólon, uma das partes do intestino grosso. O tratamento é realizado com vários enemas (lavagens intestinais) dados ao paciente durante cinco dias. Curiosamente, o tratamento requer um “doador” de fezes, geralmente um parente do paciente.
As fezes da pessoa saudável são transformadas em líquido e inseridas pelo ânus do paciente. Basicamente, as bactérias presentes nas fezes da pessoa saudável devem crescer no corpo do paciente e curá-las.
Para piorar ainda mais o tratamento, às vezes ele pode ser inserido através do nariz do paciente.

Funciona assim:
1. Mistura-se cerca de 30 g de cocô do doador a 50 ml de uma solução salina até formar um líquido fétido, mas homogêneo
2. Essa mistura é filtrada com um coador para retenção das partes sólidas que não foram diluídas
3. Com uma seringa, o médico injeta por volta de 25 ml da solução de cocô por um tubo enfiado no nariz do paciente e que se estende até o estômago
4. As bactérias presentes na solução fecal ajudam no restabelecimento da flora intestinal e na reconstituição do tecido afetado do intestino

Fonte: Mundo Estranho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.