domingo, 29 de maio de 2011

Mulher com dois úteros tem casal de gêmeos em Minas Gerais

image útero didelfo
 
Caso raríssimo chama a atenção de classe médica
Mulher com dois úteros tem gêmeos que nasceram saudáveis, com 2,4kg (menino) e 2,8kg (menina), na manhã desta quarta-feira (25), em Três Pontas, sul de Minas Gerais. Cada um dos bebês foi gerado em um útero distinto, fenômeno conhecido por “útero didelfo”, com um óvulo e um espermatozoide diferentes.
De acordo com a ginecologista e obstetra Márcia Andréia Mesquita Mendes, que acompanhou a gravidez da comerciante Jucéia Maria Andrade, 38, que tem uma filha de 7 anos, os óvulos foram fecundados no mesmo dia.
Segundo a médica, essa má formação uterina pode atingir de 1% a 6% da população feminina mundial. “Foi uma gestação gemelar em um útero didelfo. Isso é bastante raro, acredita-se que apenas de 1% a 6% das mulheres no mundo tenham essa má formação uterina”, explicou a especialista.
O que chamou atenção no caso da mineira foi que esse tipo de gravidez normalmente leva a mulher a abortar ou ter bebê prematuro. “Existem casos semelhantes ao dela, mas que tenham ido a uma idade gestacional mais adequada para a resolução do parto, parece-me que é só o caso dela. Foi tudo tranquilo na cesariana dela, o menino nasceu com 2,2 quilos, e a menina, com 2,8 quilos. O parto durou uma hora, e eles estão saudáveis”, avaliou.
Márcia Mendes salientou que a mulher atingiu 37 semanas de gravidez (a gestação normal completa-se em 40 semanas), o que possibilitou uma formação adequada dos fetos.
“Ela chegou até a 37ª semana, o que consideramos como sendo uma gravidez a termo”, explicou.
Conforme a médica, no entanto, havia o risco de a mulher desenvolver uma gravidez nessas condições por conta de a má formação ter sido detectada nela em 1998. A comerciante, por recomendação médica, ficou em repouso absoluto desde o 3º mês da gestação dos gêmeos.
“Ela e as crianças vão ficar internadas por um prazo de 48 horas. Se tudo continuar a correr bem, elas terão alta após esse período”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.