sábado, 7 de agosto de 2010

Verminoses

Parasitoses Intestinais

São doenças causadas por vermes e protozoários. A contaminação se dá de várias formas, sendo que a principal é a ingestão de alimentos ou água contaminada e através da pele por ferimentos pequenos.
Seja pela ausência ou precariedade de saneamento básico, seja por questões que envolvam os cuidados com higiene individual ou de instalações (reservatórios para água e meios de preparo/ conservação dos alimentos), tudo aquilo que ingerimos pode estar contaminado por microorganismos e causar doenças. É importante destacar o fato de que o número de casos dessas doenças é sempre bem maior nas áreas de baixas condições sócio-econômicas e carência de saneamento básico, incluindo-se o tratamento da água, do esgoto, do lixo e o controle de vetores, particularmente moscas, ratos e baratas.

Sintomas

De modo geral, a maioria das pessoas infectadas se apresenta com quadro de dor abdominal, cólicas, náuseas, vômitos, diarréias, perda de peso, anemia, febre e sintomas respiratórios. O tratamento é feito com medicamentos antiparasitários específicos após a identificação do agente causador.

Prevenção

A prevenção das parasitoses exige medidas simples, mas é preciso que se crie o hábito de executá-las rotineiramente.

As principais são:

Lavar as mãos antes das refeições, antes de manipular e preparar alimentos, antes do cuidado de crianças e após ir ao banheiro ou trocar fraldas
Andar sempre com os pés calçados
Cozinhar bem os alimentos. Carnes somente bem passadas
Lavar com água potável os alimentos que serão consumidos crus e se possível deixe-os de molho por 30 minutos em água com hipoclorito de sódio a 2,5%
Beber somente água filtrada ou fervida
Manter limpa a casa e terreno ao redor, evitando a presença de insetos e ratos
Conservar as mãos sempre limpas, as unhas aparadas, evitar colocar a mão na boca
Não deixar as crianças brincarem em terrenos baldios, com lixo ou água poluída.
Do ponto de vista da comunidade, a prevenção se faz através de:
Educação para a saúde
Proibição do uso de fezes humanas para adubo
Saneamento básico a toda população
Condições de moradia compatíveis com uma vida saudável
Fonte: bvsms.saude.gov.br
Verminoses
As verminoses são um tipo de infecção intestinal, provocada por agentes específicos, denominados parasitas. Constitui-se uma i doença freqüente, de difícil controle pêlos órgãos públicos, que acomete o ser humano de forma irrestrita. Ocorre em crianças e adultos, de ambos os sexos, em todas as classes sociais, tanto na zona rural como nas cidades.
A doença é transmitida por alimentos contaminados, frutas e verduras mal lavadas, água contaminada, carnes cruas ou mal cozidas, mãos sujas, objetos contaminados (chupetas, brinquedos, copos, pratos, talheres, etc.). A contaminação pela poeira (lombriga) é menos freqüente e se dá através da penetração direta pela pele - "sola dos pés" - como no caso do amarelão e da esquistossomose.
De modo geral, a maioria das pessoas infectadas se apresenta com quadro de dor abdominal, cólicas, náuseas, vômitos, diarréias, perda de peso, anemia, febre e quadros respiratórios. A apresentação dos sintomas e os exames de fezes normalmente dão a identificação do parasita. Exames de sangue podem ser necessários se houver acometimento sistêmico.
Medicamentos antiparasitários específicos são utilizados por orientação médica, após a identificação do agente causador. O tratamento das populações afetadas reduz bastante o índice de infecções numa comunidade.
A prevenção constitui-se a forma mais segura e eficaz contra estas infecções.
As verminoses mais freqüentes são: ascaridíase (lombrigas), teníase (solitária), oxiuríase, tricuríase e ancilostomíase (amarelão). Outras, menos freqüentes, também são importantes, principalmente devido ao quadro clínico de alto risco para o paciente, tais como: amebiase, strongiloidiase. giardíase e esquistossomose.
Verminose NÃO É SOMENTE UM PROBLEMA QUE AFETA CRIANÇAS DE BAIXA RENDA, mas acomete todo nosso Brasil. Para mudarmos este quadro há que conscientizarmos e mudarmos nossas condutas de higiene, além de exigirmos medidas sanitárias mais sérias tanto no saneamento básico, mas também treinamento e controle sanitário de restaurantes, bares, lanchonetes, agricultura, escolas, produtores de água mineral, filtros de água e tudo que se relacione à veiculação de água e alimentos.
A prevenção corresponde a melhor forma de proteger a saúde contra as verminoses.
Algumas medidas simples são suficientes, tais como:
Lavar bem as mãos sempre que usar o banheiro ou antes das refeições
Conservar as mãos sempre limpas, unhas aparadas, e evite colocara mão na boca
Beber somente água filtrada ou fervida
Lavar bem os alimentos antes do preparo, principalmente se for consumirem;
Andar somente calçado
Comer apenas carne bem passada
Não deixar as crianças brincarem em terrenos baldios, com lixo ou água poluída
Manter limpa a casa e o terreno em volta, evitando a presença de moscas e outros insetos
Comer somente em lugares limpos e higiênicos
Caso apresentar algum sintoma "suspeito", procurar orientação médica, imediatamente
Evite tomar medicamentos por conta própria, procure sempre a orientação de um médico.
Fonte: Espaço Saúde HAC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.