sábado, 3 de julho de 2010

O mundo micro das rochas sedimentares

Sabia que as rochas – ou pedras, para usar o termo mais popular – são formadas por pequenos cristais ou grãos? Esses pequenos cristais são os minerais. Entre os minerais mais comuns na natureza, podemos citar o quartzo, o feldspato, a mica e a calcita.

Há rochas que são formadas apenas por um tipo de mineral. O mármore de uma pia, por exemplo, só tem o mineral calcita. Porém, a maioria das rochas é formada por vários tipos de minerais. É o caso do granito: ele é composto principalmente por quartzo, feldspato e mica.

As rochas são separadas em três tipos principais. Aqui, vamos falar especialmente das sedimentares. Mas vou contar um pouco também sobre as rochas ígneas ou vulcânicas, e as metamórficas!

Cada uma é de um jeito

A palavra ígnea vem da palavra latina fogo. As rochas ígneas ou vulcânicas formam-se pelo resfriamento e endurecimento do “caldo” quente e derretido que existe nas profundezas da crosta da Terra, chamado de magma. O magma vem de dentro da Terra, onde não há rochas, e ali ele fica submetido às altas temperaturas e pressão que existem no interior do planeta. Quando o magma resfria mais perto, ou na superfície, vira rocha. E rocha bem dura!

Já as rochas metamórficas são aquelas formadas por outras rochas que foram aquecidas e comprimidas sob alta pressão, por terem sido empurradas para grandes profundidades da crosta. Isso acontece, por exemplo, em lugares onde existem terremotos e a crosta da Terra está se transformando.

Quando uma rocha fica exposta na superfície de um terreno, ela sofre transformações. Praticamente “desmancha” com o tempo, seja pela passagem da água da chuva, pelo aquecimento ou pelo resfriamento diário. Este processo é chamado de intemperismo. Mas não pense que se trata de um fenômento fácil de acompanhar: tudo ocorre tão devagar, que nem notamos. É mais ou menos assim...


Os principais tipos e o ciclo das rochas.

Primeiro, os minerais se desagrupam uns dos outros. Alguns se transformam em argila ou são dissolvidos e levados pela água. O material solto pela decomposição da rocha pode ser carregado por enxurradas, rios, vento... Até parar, enfim, numa região mais baixa, uma bacia sedimentar. Pode ser no mar, no lago ou quem sabe em um deserto. Daí, esse material que sofreu erosão e foi alterado ganha o nome de sedimento.

Se os sedimentos são compactados e cimentados naturalmente, formam as rochas sedimentares. Essas rochas são formadas, portanto, a partir de qualquer tipo de rocha que tenha ficado exposta na superfície – até mesmo de outra rocha sedimentar mais antiga. Essas transformações, de um tipo de rocha em outro, ocorrem o tempo todo na natureza. É o chamado ciclo das rochas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.