quinta-feira, 17 de junho de 2010

O processo de fabricação de cerveja


A cerveja, tal como conhecemos, é composta de água, malte, lúpulo e leveduras e seu processo básico de fabricação consiste das etapas descritas logo adiante. Qualquer variação nesses ingredientes e/ou processos gera diferentes tipos de cerveja, de tão complexa que é a personalidade deste ser.


Os Ingredientes

• A água
É parte fundamental na composição da cerveja, deve ser essencialmente pura, sua boa qualidade é diretamente ligada na qualidade final do produto.

• O malte
O malte é a cevada que passa por um processo de germinação controlada, chamado malteação, sendo uma das principais matérias primas na confecção da cerveja.

• Adjuntos
Eventualmente são adicionados outros cereais, como milho ou arroz, maltados ou não, resultando em cervejas de sabor e coloração diferenciados.

• O lúpulo
O lúpulo é uma planta trepadeira da família das moráceas, originária das regiões temperadas do norte da Europa, Ásia e Américas, de cuja flor é extraída a lupulina, substância responsável pelo sabor amargo e aroma da cerveja, além de auxiliar na formação
da espuma. São empregadas somente as flores femininas não fecundadas.

• As leveduras
As leveduras ou a grosso modo, o fermento, como o fungo Saccharomices cerevisiae e suas variantes, são responsável pelo processo de fermentação da cerveja, transformando o mosto em álcool e gás carbônico (CO2).


O Processo

• Cozimento
Primeiramente o malte, após ser moído, é misturado a água, em condições de tempo, temperatura, concentração e agitação controladas. Esta mistura é denominada mosto.
Na seqüência do processo o mosto é clarificado, separando-se a parte sólida (o bagaço do malte) da líquida e filtrado, para em seguida ser fervido e ter o lúpulo adicionado.
O mosto é então decantado, refrigerado e areado para dar-se início ao processo de fermentação.

• Fermentação
A levedura é adicionada e dá-se o início da fermentação, que pode durar de seta a doze dias, em temperaturas que podem ir de 5 a 16° C para cervejas de baixa fermentação e 16 a 26° C para as de alta fermentação. A etapa é compreendida de fase aeróbica e anaeróbica.

• Maturação
Terminado o processo de fermentação, a cerveja é maturada, é resfriada para temperaturas próximas a 3,5° C e transferida para tanques onde é mantida por até trinta dias em temperaturas em torno de 0°C.


Filtração e acondicionamento
Após a maturação a cerveja é por fim filtrada para a retirada de partículas em suspensão e garantir seu brilho e transparência. Finalizando o processo, a cerveja é acondicionada em garrafas, latas ou barris e pasteurizada.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.