sábado, 1 de maio de 2010

Bactérias que habitam sua escova de dentes !

Já parou para pensar na quantidade de bactérias que habitam sua escova de dente? Sabia que uma escova infectada pode até transmitir doenças? Embora muitas pessoas pensem que é um instrumento limpo, a verdade pode surpreender e já vou logo adiantando: sua escova de dente neste momento pode estar carregando muita sujeira, bactérias e germes em geral entre as cerdas.
Não adianta se assustar, naturalmente a nossa boca abriga milhões de germes vivos que são de certo modo benéficos. Muitas das bactérias, fungos e vírus permanecem na sua escova de dente! Toda vez que escovamos deixamos uma série de microorganismos infecciosos por entre as cerdas da nossa escova. Estes germes podem proliferar ali e voltar para sua boca. Mas, não adianta reclamar: a escova de dente é a grande responsável pela limpeza diária e não dá pra ficar sem ela.
Especialistas sugerem que as escovas sejam secas ao ar livre. Isto dificulta a proliferação de bactérias (que adoram umidade!). Armários, copinhos bonitinho, taças de cristal, cálice de ouro só acumulam umidade e os germes “amam muito tudo isso!”. O recomendado também, é que as escovas sejam substituídas inadiavelmente a cada dois meses e que sejam armazenadas bem longe da torneira, também para evitar umidade.
Na sua escova de dentes pode ter:
1. Streptococcus mutans - a principal bactéria que causa a cárie dentária.
2. Estreptococo beta-hemolítico - a principal bactéria que causa infecção estreptocócica (faringoamigdalites).
3. Candida albicans - fungo principais causando aftas em bebês.
4. Bactérias coliformes - estes são encontrados no banheiro (ecaaaa!).
5. Herpes simplex virus - que provoca frio feridas.
Por isso vamos cuidar dos dentes, mas as escovas também precisam de atenção.
Veja alguns maus exemplos abaixo.

                                                                                                                                                                                                                  




               Placa bacteriana dos dentes. Isso também vai para sua escova.

Fonte: Diario de Biologia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.