domingo, 28 de março de 2010

Por que o COCÔ flutua ?

Nem todo cocô flutua. Aqueles que possuem pouca quantidade de gordura ou bolhinhas de ar no seu interior afundam como uma âncora. Tudo depende da alimentação. Alimentos como feijão e repolho aumentam o volume de gás nas fezes, o que resulta em puns e facilita que o cocô flute, mas isso não faz mal. Já o excesso de gordura não é saudável: fezes engorduradas geralmente indicam problemas no pâncreas ou no fígado. Nos dois casos as fezes flutam como barquinho de papel!

POR QUE É MARRON? O cocô é colorido pela estercobilina, um pigmento escuro formado no final da digestão a partir da oxidação do estercobilinogênio, que, por sua vez, é produto da digestão da bílis - líquido que ajuda a quebrar a gordura e absorver nutrientes no intestino. Quanto mais as fezes demoram para sair, mais estercobilina é produzida, e a coisa vai ficando preta.

PODE AJUDAR A DESVENDAR CRIMES? Sim, claro! Dá para identificar um suspeito por amostras de DNA retiradas de fezes e até mapear o comportamento do criminoso a partir da sua alimentação mais recente. Também é possível examinar o trato digestivo para investigar, por exemplo, se o suspeito engoliu drogas.

POR QUE O MILHO APARECE INTACTO NAS FEZES? Para triturar fibras insolúveis, como as do milho, só com muita mastigação. Os pedaços que escapam dos seus dentes passam intactos pelo trato digestivo e chegam à privada da mesma forma. E isso não é ruim: as fibras não digeridas amaciam o cocô, facilitando a saída.

QUANTO UMA PESSOA PRODUZ DIARIAMENTE?
Uma produção de fezes considerada normal varia de 150 a 450 gramas por dia, o que significa que 160 quilos de cocô por ano é uma produção perfeitamente normal e saudável.

POR QUE FEDE? O fedor do cocô - e do pum - é causado por compostos sulfurosos produzidos pelas bactérias em contato com o alimento no intestino. Doenças como pancreatite, fibrose cística e infecções intestinais atrapalham a digestão, e os restos de alimentos não digeridos aumentam o mal cheiro!

FAZER SENTADO É O MELHOR JEITO? Não. Por incrível que pareça a melhor posição é agachado. Essa posição relaxa a musculatura que controla a saída das fezes, evitando que restos de fezes se acumulem, o que pode facilitar o surgimento de apendicite e de infecções no cólon.
O cocô flutua de acordo com quantidade de gordura e gases que possui!

2 comentários:

  1. Fátima que interessante agora eu vou falar para as pessoas fazerem cocô agachado não sentado.
    suas alunas Clara e Roberta

    ResponderExcluir
  2. defecar agachada ,tem me ajudado muito,depois que ganhei meu filho me deram hemorroídas e me sangrava muitoooooo e era muita dor ao ir ao banheiro,sem nem um conhecimento o jeito foi usar um penico,nao tenho vergonha de falar,mais para algo que já estava virando caso de cirugia ,melhorou em questao de 1 meses,e no nível que estava as hemorroídas já nao poderiam mais recuar só,mais defecando agachada aos poucos se vai melhorando e se tornando menos inflamadas.recomendo a todos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário.