quinta-feira, 11 de março de 2010

Por que as plantas sensitivas se fecham ao serem tocadas?

Pois bem, assim como os animais, as plantas também respondem aos estímulos a sua volta. Elas podem se direcionar de acordo com a luz, gravidade, mudanças de temperatura, interferências químicas. Mas as plantas que respondem ao toque, literalmente “fecham” as folhas. Essas chamamos de PLANTAS SENSITIVAS. Essa reação é uma forma que elas possuem de se proteger. É uma defesa natural que pode ocorrer de forma bastante ágil em algumas espécies. O movimento é chamado de Sismonastia.
As plantas sensitivas geralmente possuem suas folhas compostas recompostas, ou seja, as folhas são subdividida em folhinhas menores que chamamos de folíolos. Na base de cada folhinha, existem células especializadas capazes de perder água com grande rapidez. A reação acontece quando a planta recebe um estímulo externo, como um toque, por exemplo.
Dois elementos químicos presentes no organismo desses vegetais - o sódio e o potássio - ajudam no processo direcionando a água para um espaço livre entre as células. Isso faz com que as folhas murchem, encolhendo as folhas. É como se as céulas da base fizessem o papel do cotovelo no nosso braço, mudando a posição das folhas conforme o estímulo. As plantas carnívoras como a Dionea muscipula também possuem esse movimento.
Uma das plantas sensitivas mais conhecidas e mais ágeis é a Mimosa pudica  (foto), mas essa sensibilidade e movimento das folhas da planta também ocorrem em outras espécies dentro da família das ervilhas ou em outras famílias , como o gênero Biophytum na família Oxalidaceae.


Mimosa pudica  é uma das plantas sensitivas que possui maior agilidade!

Fonte: Mundo Estranho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.